Cruzada de Oração

Novembro 12, 2020
Fonte: fsspx.news

Cruzada de Oração

Missa e vocações, os nossos tesouros!

Caros membros da Fraternidade, caros fiéis, caros amigos,

Este é um apelo enérgico e implorante a todos vós, e a todas as pessoas a quem o podem transmitir: "Unamos forças para obter do Céu a liberdade incondicional de celebrar a Missa publicamente e de a assistir! A Santa Missa é o que mais prezamos nos nossos corações. Que seja celebrado novamente em total liberdade, pois a Missa contém a solução para todos os males, todas as doenças e todos os medos.

A isto junta-se uma intenção de oração que não é menos importante: as vocações. Oremos e imploremos ao céu que envie muitos trabalhadores para a vinha do Senhor, muitos sacerdotes santos.

Os nossos seminários devem estar sempre cheios! As almas têm fome, e não há padres suficientes para as satisfazer!

Seremos ainda insensíveis à situação actual? "Aquele que pede recebe, e àquele que bate será aberto" (Mt 7,8), o Senhor nos promete. Façamos a nossa parte: as graças só são obtidas se forem solicitadas com insistência.

Caros fiéis, convido todos e cada um de vós, jovens e idosos, leigos e almas consagradas, e peço-vos que vos junteis a esta Cruzada de oração pela Missa e pelas vocações. Os Cruzados partiram para libertar o túmulo de Jesus Cristo; vamos também partir para libertar o tesouro de Cristo o Rei, o seu testamento de amor!

Quando iremos para a Cruzada? Em 21 de Novembro, festa da Apresentação da Santíssima Virgem no templo.

Quem será o capitão desta Cruzada? Aquela que estava aos pés da Cruz, e a quem foi dito: "Mulher, aqui está o teu filho". Ela a quem foi confiado o cuidado de nós, cujo coração é tão bom e cujo poder de intercessão é infalível!

Que arma devemos utilizar? A mesma arma que o céu nos deu: o Rosário. Uma arma fácil de obter, fácil de manejar, de imensa eficácia perante o Coração de Deus, e que derrota o diabo, o inimigo jurado da Santa Missa e dos padres!

Quando terminará esta Cruzada? Na Quinta-feira Santa (1 de abril de 2021), quando celebraremos tanto a instituição do Santo Sacrifício da Missa como a do sacerdócio, ou seja, a coisa mais preciosa que temos.

A quem iremos entregar os resultados desta Cruzada? À própria Nossa Senhora. Cada Distrito organizará a forma de os recolher e comunicá-los-á oportunamente à Casa Geral.

Se o Céu, através da intervenção da Santíssima Virgem, nos oferecer essa possibilidade, a Fraternidade irá numa grande peregrinação de acção de graças a Lourdes em outubro de 2021.

Que Deus vos abençoe e à vossa generosidade!

Menzingen, 11 de novembro de 2020, Dia de S. Martinho

Don Davide Pagliarani, Superior Geral