Que se deve pensar sobre o Concílio Vaticano II?

O Concílio Vaticano II foi uma reunião de bispos de todo o mundo durante quatro seções entre 11 de outubro de1962 e 8 de dezembro de 1965.

O Papa João XXIII, no seu discurso de abertura do Concílio (11 de novembro de 1962), declarou que seus objetivos eram os seguintes:

- que a fé católica fosse mantida e ensinada,

- mas ensinada na linguagem do homem moderno por um magistério que fosse “predominantemente pastoral”,

- e isto sem recorrer a nenhuma condenação,

- apelando assim a todos os povos. (Este concílio deveria ser ecumênico, não somente no sentido de ser um concílio geral da Igreja, mas também no de apelar à religiosidade de todas as pessoas de qualquer religião).

O Papa Paulo VI concordou com seu predecessor:                                                                                                            
 

(O Vaticano II) foi o evento mais importante porque se buscou principalmente responder às necessidades pastorais e, alimentando a chama da caridade, foi feito um grande esforço para alcançar não somente os cristãos ainda separados da Santa Sé, mas também toda a família humana.” (Breve de clausura, 8 de dezembro de 1965)

Leia mais